Pacientes que necessitam de procedimentos diferenciados de hemoterapia também podem contar com o Banco de Sangue de São Paulo

Doação de Plaqueta por Aférese

IMPORTÂNCIA

As plaquetas são fragmentos de células que atuam na coagulação sanguínea. Este hemocomponente beneficia muitos pacientes, especialmente aqueles em tratamento para leucemias e outros tipos de câncer, aqueles submetidos a transplante de medula óssea, a cirurgias cardíacas, as vítimas de trauma, dentre outros.

QUEM PODE SER DOADOR DE PLAQUETAS POR AFÉRESE?

Para ser doador de plaquetas por aférese são necessários os mesmos critérios da doação de sangue total, também será submetido a entrevista clínica, verificação sinais vitais e teste de anemia. O doador será avaliado previamente pela equipe de aférese, que verificará as condições de acesso venoso e seus níveis plaquetários. Critérios específicos para doador de aférese:
1- Peso acima de 60Kg
2- Plaquetas > 150.000/mm³
3- Hemoglobina > 13g
4- Se mulher, ter tido no máximo 2 gestações.

COMO É FEITA A COLETA DE PLAQUETAS POR AFÉRESE?

A doação de plaquetas por aférese é realizada por equipamento automatizado, com capacidade de realizar a separação das plaquetas através de um sistema seguro, estéril e eficaz. É possível através deste, obter as plaquetas e devolver para o organismo os demais hemocomponentes (plasma e hemácias) . A plaquetaférese possibilita que um único doador forneça a quantidade de plaquetas que normalmente seria obtida em 6 - 8 doações convencionais. As doações por aférese podem ser realizadas a cada 48 horas, sendo permitido a realização de até 24 doações em um ano , demoram cerca de 90 minutos, sendo permitido a realização de até 24 doações em um ano, portanto devem ser agendadas previamente com a equipe de captação do banco de sangue.

Doação autóloga

Pacientes que sofrerão grandes cirurgias, com alto risco de sangramento, podem doar sangue para transfusão em si mesmos, caso haja necessidade. O médico deve encaminhar o paciente a uma das unidades de atendimento do Banco de Sangue de São Paulo, para que ele seja avaliado por um hemoterapeuta e realize a coleta de uma amostra de sangue para exames de sorologia.
Se não houver nenhuma contraindicação à autodoação, o paciente será submetido a duas ou três coletas de sangue, que poderão ter periodicidade semanal, até cinco dias antes da data programada para a cirurgia.
O volume coletado ficará armazenado no Banco de Sangue até a data da cirurgia e, então, será encaminhado para o hospital onde o paciente estará internado. O sangue proveniente de autodoação é de uso exclusivo do paciente. Se a quantidade coletada não for totalmente utilizada, será descartada após o vencimento.

Autotransfusão Intraoperatória

A autotransfusão intraoperatória é realizada por indicação do médico, e com a concordância do paciente, durante procedimentos cirúrgicos complexos. Utiliza-se uma processadora automática chamada Cell Saver. O sangue do paciente é recuperado durante a cirurgia, lavado e retransfundido em seu próprio organismo, eliminando o risco de reações transfusionais e reduzindo o risco de infecções.
Como os testes de compatibilidade não são necessários, há mais agilidade no processo de transfusão, diminuindo o risco de anemia durante a cirurgia.

Doação de hemácia dupla por aférese

A aférese é um procedimento seguro que permite a coleta seletiva de componentes do sangue, sem causar prejuízo à saúde do doador. O procedimento é realizado por equipamento automatizado, com capacidade de realizar a separação das hemácias através de um sistema seguro, estéril e eficaz. É possível através deste, obter as hemacias e devolver para o organismo os demais hemocomponentes ( plasma e plaquetas) .
A doação de hemácia dupla é a doação de dois concentrados de hemácias por aférese, ou seja, por meio desse procedimento é possível obter unidades de concentrado de hemácias em uma só doação.
Esse tipo de doação é importante principalmente para manter o estoque de sangue fator RH negativo, que apresenta menor prevalência na população brasileira.
Para ser um doador de hemácia dupla, o doador deve preencher os mesmos critérios para doação de sangue total, além de dois critérios específicos:
   • Peso acima de 70Kg
   • Hemoglobina > 14g/dl
O procedimento é realizado por equipamento automatizado, com capacidade de realizar a separação das hemácias através de um sistema seguro, estéril e eficaz. É possível assim, obter as hemácias e devolver para o organismo os demais hemocomponentes ( plasma e plaquetas).
O intervalo entre cada doação de hemácia dupla é de 120 dias para homens e 180 dias para mulheres

Home Voltar